Sete meses após assinatura de convênio, Fundação Ueze Zahran está abandonada em Bela Vista | TNG Informa - Informação com responsabilidade!
Pausa para o descanso!

O TNG Informa comunica a todos que estará em recesso no período de 12/12/2017 a 15/01/2018. Em virtude disso, desejamos a todos um Feliz Natal e um 2018 repleto de realizações.
Ok! Entendi ›
© TNG Informa Comunicação. Informaç&aatilde;o com responsabilidade! Todos os Direitos Reservados
Bela Vista
Sete meses após assinatura de convênio, Fundação Ueze Zahran está abandonada em Bela Vista
Em setembro do ano passado foi firmado convênio entre a Prefeitura Municipal, a Fundação Ueze Elias Zahran e a empresa Copagaz Distribuidora de Gás S.A., que tinha como objetivo manter a escola funcionando.
06 de Abril de 2018 às 14:35:41 Thaffarel Nunez Gonçalves/TNG Informa 379 Facebook Google+ Twitter WhatsApp
img-20180322-wa0123.jpg
Fundação Ueze Zahran - Bela Vista-MS

No dia 05 de setembro de 2017, as lentes da TV Morena - afiliada da TV Globo em MS - presenciaram, em Bela Vista, a assinatura de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal, a Fundação Ueze Elias Zahran e a empresa Copagaz Distribuidora de Gás S.A., que tinha como objetivo, manter a escola em funcionamento e continuar a oferecer, gratuitamente, cursos de informática básica e avançada para jovens e adultos do município.

 

 

Passados sete meses da assinatura do termo, ex-alunos da escola de informática entraram em contato com o TNG Informa e relataram diversos problemas, entre eles: mato alto ao redor e no quintal da instituição*; lâmpadas queimadas; falta de papel higiênico e papel toalha nos banheiros; sinal de internet cortado.

 

Também foi relatada a falta de um bebedouro, que segundo eles, teria sido levado para conserto e não foi devolvido por falta de pagamento; além de um botijão de gás, furtado da Fundação em setembro do ano passado - que inclusive foi noticiado pela imprensa na época - e que até o momento não foi reposto no local (Confira as imagens ao lado).

 

Fatos que, segundo ex-alunos, contrastam com o que havia sido dito na reportagem da emissora sul-mato-grossense e também em vídeo gravado pelo Prefeito Reinaldo “Piti” (PSDB) naquela ocasião. (Confira o vídeo abaixo).

 

 

 

Mais fotos no link

 

 

Ao TNG Informa, um aluno inscrito para curso previsto para 2018 - que pediu para não ter a identidade revelada por temer represália - afirmou que, apesar destes problemas, as matrículas estão sendo efetuadas, entretanto não há data definida para o início dos cursos e quando solicitam informações sobre isso, eles não têm obtido respostas.

 

Ademais, declarou que o local possui apenas um funcionário e que este estaria atuando em várias funções dentro da Fundação, inclusive na limpeza e sem receber salário há três meses.

 

O TNG Informa tentou entrar em contato com o funcionário Vicente Eduardo Balog, contudo até a publicação desta reportagem, ele não retornou as ligações e não respondeu as mensagens enviadas para as redes sociais. Apesar disso, através do Portal da Transparência - consultado no dia 04/04/2018 -, a reportagem apurou que o servidor era contratado pela Secretaria Municipal de Educação até dezembro de 2017 e desde janeiro não possui nenhum vínculo com a administração municipal, haja visto que seu nome não consta na relação de servidores.


Responsabilidade

 

Embora o termo de cooperação nº 01/2017 não tenha sido publicado no Diário Oficial, no Portal da Transparência do Município e nem encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado, a reportagem do TNG Informa teve acesso ao convênio e apurou que a Prefeitura de Bela Vista, através da Secretaria de Assistência Social é responsável por manter e conservar o prédio e os equipamentos da Fundação, utilizando os recursos transferidos pela Copagaz - no valor de R$ 4 mil mensais durante 12 meses - e recursos próprios, caso haja necessidade. Enquanto que a Fundação se comprometeu a acompanhar a realização dos cursos disponibilizados, bem como aprovar a aplicação dos recursos.

 

O termo foi assinado pelo Prefeito de Bela Vista Reinaldo Miranda Benites (PSDB); pelo vice-prefeito Gerardo Gabriel Nunes Boccia; pelo secretário de assistência social Oraldino Centurião Ferreira; e por Cesar Quintas Guimarães, representando a Fundação Ueze Elias Zahran e a Copagaz Distribuidora de Gás S.A.

 

Confira a reportagem da TV Morena gravada no dia 05 de setembro de 2017.

 

 

*Nota: Esta reportagem vem sendo produzida há um mês e na tarde de ontem (05/04), foi realizada a roçada no local.

 

Outro lado

 

Posteriormente à publicação da reportagem, o vice-prefeito de Bela Vista Gabriel Boccia (PT do B) entrou em contato com o TNG Informa e afirmou que, desde o início da parceria [em setembro do ano passado], 72 alunos foram formados no curso de informática. Declarou também que foi firmada uma parceria com o SENAI [Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial] para oferecer novos cursos sem custos aos cofres públicos.

 

Disse também que as melhorias de estrutura e de limpeza no prédio serão feitas para atender bem os alunos e que as duas salas serão utilizadas para a realização dos cursos profissionalizantes. E completou dizendo que o planejamento da administração é fazer da Fundação um novo polo educacional. "Nosso planejamento é fazer da Fundação um novo polo educacional em Bela Vista, para isso conseguimos a parceria e irá beneficiar muitos jovens em busca de oportunidade", concluiu.

 

O TNG Informa tentou entrar em contato com a Fundação Ueze Elias Zahran e com a empresa Copagaz S.A, mas não obteve respostas até o fechamento desta reportagem.

 

*Matéria atualizada à 0h01 deste sábado (07) para acrescentar o posicionamento da Prefeitura Municipal de Bela Vista.