Palmeiras vence Vitória no jogo da entrega da taça do Brasileiro | TNG Informa - Informação com responsabilidade!
Pausa para o descanso!

O TNG Informa comunica a todos que estará em recesso no período de 12/12/2017 a 15/01/2018. Em virtude disso, desejamos a todos um Feliz Natal e um 2018 repleto de realizações.
Ok! Entendi ›
© TNG Informa Comunicação. Informaç&aatilde;o com responsabilidade! Todos os Direitos Reservados
Campeão Brasileiro
Palmeiras vence Vitória no jogo da entrega da taça do Brasileiro
O Verdão ganhou por 3 a 2, no Allianz Parque e manteve a invencibilidade de 23 jogos no Brasileirão.
02/12/2018 Carla Canteras/R7 12 Facebook Google+ Twitter WhatsApp
palmeiras-x-vitoria-02122018193556479.jpeg
Bruno Henrique levanta a taça do Campeonato Brasileiro (Foto: Paulo Whitaker/Reuters - 02.12.2018)

O Palmeiras venceu o Vitóriapor 3 a 2, no Allianz Parque, neste domingo (02). No jogo de entrega da taça do Campeonato Brasileiro, o Verdão manteve a invencibilidade de 23 jogos e bateu o recorde de melhor turno da era dos pontos corridos.

 

Os gols do Palmeiras foram de Edu Dracena, Gustavo Scarpa e Bruno Henrique. Pelo Vitória, marcaram Yago e Luan.

 

A primeira finalização do Palmeiras foi de Gustavo Scarpa, aos 6 minutos de jogo. Dudu recebeu na esquerda, cruzou na área para Scarpa chutar para fora.

 

O capitão Bruno Henrique também poderia ter aberto o placar aos 13 minutos, depois de receber bola de Scarpa dentro da área. Mas o meia perdeu o equilíbrio e chutou para fora.

 

Os campeões brasileiros mantiveram a posse de bola em grande maioria do primeiro tempo. O Vitória conseguiu atacar somente aos 16 minutos. De longe, Yago arriscou e passou pertinho do gol de Weverton. 

 

Aos 21 minutos, Borja perdeu a chance de fazer um golaço no Allianz Parque. Felipe Melo deu um passe longo para Mayke, que dominou, driblou e tocou para o centroavante. O colombiano tentou um toquinho, mas vai para fora.

 

O primeiro zero saiu do placar aos 43 minutos. Bruno Henrique tentou um chute de fora da área, a bola bateu na zaga baiana e ficou para Dudu. O atacante ajeitou com classe e cabeceou na cabeça de Edu Dracena, que tocou para dentro.

 

Segundo tempo

 

O primeiro lance de perigo na volta do intervalo foi do Vitória, aos 4 minutos. Luan aproveitou a sobra e chutou da entrada da área, a bola passou raspando na trave palmeirense.

 

No lance seguinte, Dudu bateu colocado no lado esquerdo e quase fez o segundo do Verdão.

 

O meia-atacante não marcou, mas deu o passe também o segundo gol do campeão Brasileiro. Dudu cobrou falta com jogada ensaiada e Gustavo Scarpa chutou forte. A bola desviou no jogador do Vitória e entrou.

 

Aos 15 minutos, Lucas Lima recebeu na área e tocou para Scarpa, que chutou de primeira. A bola saiu, mas por muito pouco.

 

A primeira defesa de Weverton no jogo foi aos 16 minutos. Luan matou no peito, deu um chapéu no Mayke e bateu forte para a defesa do Palmeirense.

 

Empate do Vitória

 

A reação do Vitória começou aos 22 minutos. Antônio Carlos derrubou Yago fora da área, mas Herber Roberto Lopes deu pênalti. Ele mesmo cobrou e diminuiu para o time baiano.

 

O empate do Vitória aconteceu depois de jogada bonita de Luan. O meia recebeu na entrada da área, tirou da marcação e bateu forte. Sem chance para Weverton.

 

Volante-artilheiro

 

O Palmeiras voltou a ficar na frente no finzinho do jogo. Depois de contra-ataque, guerra deixou para Bruno Henrique na área que acertou um belo chute. 

 

O presidente eleito Jair Bolsonaro entregou as medalhas para os jogadores campeões brasileiros. 

 

FICHA TÉNICA
PALMEIRAS X VITÓRIA

Local: Allianz Parque
Horário: 17h
Data: 02.12.2018
Arbitragem: Heber Roberto Lopes (SC)
Gols: Palmeiras - Edu Dracena (42/1ºT), Gustavo Scarpa (11/ 2ºT), Bruno Henrique (44/2º/T); Vitória - Yago (25 /2ºT) e Luan (27 /2ºT)
Cartões Amarelo: Lucas Ribeiro, Luan (Vitória); Deyverson, Felipe Melo (Palmeiras)
Cartões Vermelho:
Renda e Público: R$ 3.514.618,30 / 41.256 pessoas

 

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique, Lucas Lima (Guerra - 43/2ºT) e Gustavo Scarpa (Moisés - 24/2ºT); Borja (Deyverson - intervalo) e Dudu Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

Vitória: João Gabriel; Cedric, Bruno Bispo, Lucas Ribeiro e Fabiano; Willian Farias (Nickson - 33/2ºT), Léo Gomes, Lucas Fernandes (Erick - 24/2ºT) e Yago; Luan e Léo Ceará (Eron - 16/2ºT) Técnico: João Burse.