Grêmio goleia o Brasil-RS e fica perto de findar jejum no Gauchão | TNG Informa - Informação com responsabilidade!
Pausa para o descanso!

O TNG Informa comunica a todos que estará em recesso no período de 12/12/2017 a 15/01/2018. Em virtude disso, desejamos a todos um Feliz Natal e um 2018 repleto de realizações.
Ok! Entendi ›
© TNG Informa Comunicação. Informaç&aatilde;o com responsabilidade! Todos os Direitos Reservados
Campeonato Gaúcho
Grêmio goleia o Brasil-RS e fica perto de findar jejum no Gauchão
02 de Abril de 2018 às 03:03:54 Gazeta Esportiva 61 Facebook Google+ Twitter WhatsApp
180402-gremio.jpg
Batendo de esquerda e cruzado, Everton abriu o caminho para a goleada tricolor (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

O Grêmio saiu na frente do Brasil de Pelotas na final do Campeonato Gaúcho durante a tarde deste domingo. Jogando em sua arena, diante de mais de 32 mil torcedores, o time tricolor se aproveitou da vantagem numérica após expulsão no fim do primeiro tempo para golear o Xavante por 4 a 0, com tentos de Everton (2), Alisson e Ramiro, todos anotados na etapa complementar.

 

Bem perto de findar um jejum de oito anos sem ganhar o torneio estadual, o Grêmio pode perder por até três gols de diferença na partida de volta, marcada para o próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), no Estádio Bento Freitas, em Pelotas. Já o Brasil-RS precisa devolver a diferença de tentos para, ao menos, levar a decisão para os pênaltis.

 

Antes da segunda final do Gauchão, contudo, o Grêmio terá um compromisso pela Copa Libertadores. O Tricolor receberá o Monagas, da Venezuela, na arena, nesta quarta-feira, às 19h15, pela segunda rodada da fase de grupos do torneio continental.

 

O Jogo – Como era de se esperar, o Grêmio começou tomando a iniciativa. A primeira chegada ocorreu aos dez minutos. Após boa troca de passes pela direita, Luan recebeu livre na área, mas chutou fraco e facilitou para o goleiro Marcelo Pitol.

 

Pouco depois, Everton fez fila pela direita e encontrou Jael na entrada da área. Livre de marcação, o centroavante bateu forte, exigindo grande defesa de Pitol, que saltou para espalmar a bola.

 

Apesar do domínio gremista, a principal chance de gol no primeiro tempo foi do Xavante. Aos 31 minutos, Artur cruzou na cabeça de Calyson, que subiu sozinho na área do Grêmio. O meia testou firme, e a bola passou rente ao travessão de Marcelo Grohe.

 

No fim do primeiro tempo, o técnico Renato Portaluppi não escondeu a irritação com os erros de passe de sua equipe. Por outro lado, Clemer se estressou com o árbitro Anderson Daronco após a expulsão do lateral direito Éder Sciola, que recebeu o segundo cartão amarelo após dar uma joelhada nas costas de Luan aos 45 minutos.

 

O Grêmio voltou para a etapa complementar com o meia-atacante Alisson no lugar do lateral direito Léo Moura, que havia sido advertido com cartão amarelo no primeiro tempo.

 

E a equipe da casa não precisou nem de um minuto para se aproveitar da vantagem numérica. Após boa troca de passes, Jael recebeu na meia-lua e deu grande passe para Everton no lado esquerdo da área. O atacante bateu de primeira, cruzado, sem chances para o arqueiro.

 

Com o domínio completo da partida, o Grêmio ampliou o placar aos nove minutos. Maicon cruzou na área e achou Jael, que cabeceou para grande defesa de Pitol. No rebote, Alisson se enroscou com a bola, mas mesmo assim conseguiu empurrá-la para o fundo do gol.

 

Tentando diminuir a desvantagem, o Brasil-RS saiu um pouco mais para o jogo, porém passou a dar ainda mais espaços. O Tricolor, então, se aproveitou disso para marcar o terceiro gol. Aos 25 minutos, Ramiro acionou Jael que, de letra, deixou Everton na cara de Pitol. O atacante tocou na saída do goleiro e arrancou sorrisos de seu treinador.

 

O que era uma vitória elástica se tornou goleada aos 32 minutos. Da intermediária, Ramiro arriscou e soltou a bomba. O goleiro Marcelo Pitol estava bem colocado, mas se atrapalhou e espalmou a bola para dentro de sua própria meta.

 

Nos minutos finais, Everton ainda acertou a trave e por pouco não marcou o seu terceiro gol na partida. Já o Xavante finalmente fez Marcelo Grohe trabalhar. Após chute forte de Alisson Farias, a bola desviou no meio do caminho, e o arqueiro tricolor, atento, fez grande defesa para manter a goleada intacta.

 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 4 X 0 BRASIL DE PELOTAS

 

Local: Arena do Grêmio, em São Paulo (SP)
Data: 1º de abril de 2018, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco
Assistentes: José Eduardo Calza e Leirson Peng Martins
Público: 32.238 torcedores
Renda: R$ 1.762.719,00
Cartão Amarelo: Léo Moura e Ramiro (Grêmio); Artur, Éder Sciola, Marcelo Pitol e Valdemir (Brasil-RS)
Cartão Vermelho: Éder Sciola (Brasil-RS)
Gols:
GRÊMIO: Everton, a 1 e aos 25, Alisson, aos nove, e Ramiro, aos 32 minutos do segundo tempo

 

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura (Alisson), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Jailson), Arthur e Ramiro; Luan, Everton e Jael (Thonny Anderson)
Técnico: Renato Portaluppi

 

BRASIL DE PELOTAS: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Heverton e Artur; Leandro Leite (Vacaria), Toty (Ednei), Valdemir (Mossoró) e Calyson; Alisson Farias e Lourency
Técnico: Clemer.